Indústria da Saúde é setor estratégico para incentivos do governo

O segmento de saúde é um dos eixos estratégicos do Inova Empresa, plano do governo federal que vai aplicar R$ 32,9 bilhões em inovação nos próximos anos. O programa envolve diferentes ministérios e fontes de recursos e contém quatro linhas de financiamento: R$ 1,2 bilhão para subvenção a empresas, R$ 4,2 bilhões para fomento de …

BNDES libera R$ 306 milhões para Boticário

O projeto aprovado inclui uma operação inédita para o setor de franquias, que facilitará aos franqueados o acesso aos recursos de longo prazo do BNDES. O Boticário, por meio da subsidiária Boticário Franchising, atuará como empresa-âncora, repassando recursos do BNDES a pequenas empresas franqueadas da marca. Este segmento de empresários terá acesso a R$ 21,8 …

Incentivo à indústria nacional da saúde

O ministério da Saúde anunciou hoje (11) um pacote de medidas que visam incentivar a indústria brasileira do setor da saúde. Foram firmadas oito parcerias entre laboratórios públicos e privados, que prevêem a transferência de tecnologia para a produção nacional de equipamentos e cinco medicamentos, hoje consumidos por 754 mil brasileiros. A produção deve ter início imediato. …

BNDES apoia com R$ 10 milhões inovação na área farmacêutica

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou concessão de financiamento à Althaia S.A. Indústria Farmacêutica no valor de R$ 10 milhões. Os recursos são do Programa BNDES de Apoio ao Desenvolvimento do Complexo Industrial da Saúde (BNDES Profarma Inovação). O financiamento será utilizado pela Althaia na produção de oito formulações farmacêuticas para …

Plano Inova Empresa permite combinar diferentes fontes de financiamento

Dos R$ 32,9 bilhões anunciados para o Inova Empresa, R$ 28,5 bilhões são investimentos diretos do governo federal e R$ 4,4 bilhões virão de instituições parceiras como a Agência Nacional do Petróleo (R$ 2,6 bilhões), a Agência Nacional de Energia Elétrica (R$ 600 milhões) e do Sebrae - Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e …

Corinthians pode trocar de banco para liberar dinheiro do BNDES e impedir paralisação da obra do Itaquerão

Corinthians deve trocar de banco para conseguir liberar dinheiro do BNDES e impedir paralização das obras do Itaquerão. O Banco do Brasil, com quem a Odebrecht e o Timão negociam para ser agente repassador da verba, cobra garantias que a construtora não quer oferecer, emperrando a chegada do dinheiro aos cofres para dar continuidade à …