Governo financia startups voltadas para a tecnologia blockchain

Governo anuncia investimento para startups blockchain

O Brasil anunciou um investimento importante para negócios que estejam começando no mercado. O governo brasileiro espera fomentar o desenvolvimento tecnológico, apostando no investimento de startups. Dentre as áreas contempladas no edital está a tecnologia blockchain, em que produtos, processos e serviços podem concorrer ao investimento proposto pela Finep.

A Finep é a Financiadora de Estudos e Projetos. Uma empresa pública criada para o financiamento tecnológico no Brasil. Através desta instituição, projetos recebem financiamentos para que produtos e empresas sejam desenvolvidos. A instituição faz parte do Ministério da Ciência e tecnologia e Inovação.

Tecnologia blockchain vai ser financiada pelo governo federal

Projetos que estejam ligados a tecnologia blockchain podem encontrar apoio financeiro do governo federal. A proposta de rodada de investimentos aberta pelo edital da Finep está em sua segunda rodada de financiamentos. De acordo com o edital, até R$ 60 milhões poderão ser gastos nos projetos selecionados pela instituição.

Na especificação do edital, o termo blockchain é relacionado com transações. Dessa forma, fintechs devem ser o objetivo do projeto que busca financiar novas ideias no Brasil. Projetos que tratam de verificação de transações e operações via blockchain podem ser financiados pelo edital da Finep.

“Os modelos de negócio propostos deverão estar focados na criação de soluções (produtos, processos e serviços para redução de possibilidade de fraude, verificações digitais e manutenção da integridade criptográfica das transações registradas”.

Finep vai financiar projetos de tecnologia blockchain e outras áreas

De acordo com o edital publicado pela Finep, vários projetos podem ser financiados pela instituição. Além de abordar startups que estejam relacionadas à tecnologia blockchain, outras temáticas são englobadas no mesmo edital. O financiamento contempla praticamente todas as tecnologias que fazem parte o que é conhecido como a Quarta Revolução Industrial.

Projetos relacionados a biotecnologia, a Inteligência Artificial, Internet das Coisas e a microeletrônica fazem parte das temáticas abrangidas pela Finep. Outros assuntos fazem parte desta rodada de investimentos em projetos que versa a tecnologia. Podem ser comtemplados projetos que dizem respeito sobre a manufatura avançada, a nanotecnologia, a realidade aumentada, virtual e mista.

Candidatos devem registrar empresa e cumprir requisitos

O edital analisa diversos requisitos para aprovar qualquer projeto apresentado a instituição. Dentre eles está a constituição societária do negócio escolhido para ser financiado pela Finep. Além disso, a receita bruta da empresa não pode ser superior a R$ 4.800,00 nos últimos doze meses.

As propostas de recursos foram recebidas pela Finep até as 18h desta segunda-feira (1). O resultado final deverá ser divulgado pela instituição no dia (12) de julho. Esta é a segunda etapa de rodada de investimentos da Finep. A primeira etapa aconteceu em janeiro de 2019, momento em que o edital de chamada pública foi lançado. Enquanto isso, o prazo da primeira rodada de investimentos terminou no final do mês de fevereiro.

O resultado da primeira etapa foi publicado no último (14) de maio. Pa Finep espera que o resultado final da segunda etapa já seja publicado na próxima semana.

Candidatos passaram por três etapas de avaliação

Um projeto relacionado a tecnologia blockchain pode receber investimento do governo. Essa é a proposta da chamada pública da Finep. Os projetos foram avaliados em duas fases de financiamentos até então em 2019. Essa avaliação contou ainda com três etapas, conforme edital publicado pela instituição.

A primeira etapa consistia na avaliação do plano de negócios estabelecido por cada projeto inscrito no edital. Nesta fase foram selecionados 75 projetos. Os selecionados participaram da segunda fase de avaliação. Já nesta fase, uma banca avaliadora presencial pode conhecer melhor cada projeto pré-aprovado na primeira etapa.

Como resultado da segunda etapa, trinta empresas foram selecionadas pela comissão avaliadora. Dentre as trinta empresas, todas elas poderão ser contratadas já na terceira e última etapa do processo de seleção da Finep. Nesta fase, os selecionados recebem uma visita técnica aos projetos, onde uma comissão avalia as condições de execução da ideia proposta pelos vencedores do edital. Somente após essa avaliação é que as empresas podem receber algum tipo de apoio financeiro da instituição.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s