Empreendedora revela como conseguiu US$ 66 milhões em investimento em 5 dias

Mathilde Collin, cofundadora e CEO do aplicativo Front-inbox, de 28 anos, conseguiu US$ 66 milhões e 10 ofertas de investimento em cinco dias

Quando Mathilde Collin, uma empresária de 28 anos, estava pronta para começar a levantar capital de risco para sua empresa, o aplicativo Front-inbox, ela estabeleceu uma regra para si mesma. Collin agendou todas as reuniões com os investidores em uma semana. Com essa janela pequena de tempo, ela criou uma competição entre os venture capitais, o que a ofereceu ofertas mais atraentes.

Em janeiro desse ano, a plataforma Front-box levantou US$ 66 milhões em uma rodada da série B liderada pela Sequoia Capital. Durante sua campanha de arrecadação de fundos, que durou cinco dias, Collin conseguiu 10 ofertas de investimento, dos 11 investidores que entrou em contato – uma conquista impressionante para uma jovem empreendedora.

A Front-box, startup que criou um aplicativo que permite que equipes manipulem mensagens de e-mail, textos, Slack e mídias sociais, arrecadou um total de US$ 79 milhões. Mas levantar venture capital para uma startup não é fácil. Antes que um empreendedor tome a iniciativa de busca investimento, segundo Collin, eles devem pensar criticamente se estão prontos ou não para levantar fundos.

No caso do Front, o dinheiro não era um grande problema. A empresa tinha gastado apenas US$ 3 milhões de uma série de US$ 10 milhões em uma rodada em 2016, e estava ganhando dinheiro com um serviço pago para empresas. Mesmo assim, Collin queria aumentar o crescimento do Front e contratar um número significativo de engenheiros. Foi por isso que quando o Front terminou três trimestres consecutivos durante os quais a receita, o uso do aplicativo e o número de funcionários aumentaram e sustentaram seu crescimento, a empreendedora decidiu que estava pronta para levantar investimento.

Ela trabalhou com os funcionários da equipe de dados e operações de negócios para montar um pitch, uma apresentação que os empreendedores usam para vender seu projeto para potenciais investidores. Com cerca de 24 slides, o pitch contou a história completa da Front, abordou os pontos problemáticos que a empresa pretende resolver, suas conquistas e a visão de como a Front deseja reinventar o e-mail. Além disso, o pitch estava repleto de dados e insights, como a receita anual, o número de funcionários que deixaram a Front (zero) e seus gastos com marketing.

Mas de acordo com Collin, os investidores que ela apresentou o pitch pareceram estar mais impressionados com três indicadores: eficiência, consistência e taxa de retenção líquida.

A Front está construindo um negócio de sucesso sem gastar todo o seu dinheiro e vem demostrando um bom histórico de eficiência de capital compartilhado. Além disso, os bons resultados da empresa mostram que ela poderia sobreviver por muito tempo com 0% de crescimento. De acordo com a Collin, apesar do crescimento explosivo em receita, uso de aplicativos e número de grandes equipes que usam o aplicativo, não houve grandes quedas entre essas métricas de um trimestre para o outro. O pitch mostrou também que, embora a receita esteja aumentando, a taxa que representa o cancelamos de assinaturas de clientes existentes está diminuindo e a que demostra o tempo de uso do aplicativo aumenta cada dia mais.

Com esses fatos e números em mente, Collin impressionou vários investidores do Vale do Silício. Participar da rodada da série B da empresa foi tão competitivo que os parceiros da Sequoia Capital construíram um conjunto de Lego personalizado para persuadir Collin a aceitar sua oferta. A empresa de venture capital acabou liderando a rodada de US$ 66 milhões.

De acordo com Collin, finalmente, ela teve sucesso em uma captação de investimento. “Mas isso só foi possível porque o Front é uma boa ideia. Os investidores são movidos pelo FOMO (Fear of Missing Out ou medo de estar perdendo algo, em tradução livre) – e, como o Front é algo inovador, ele chama atenção dos investidores. Além disso, o Front vai ser bem-sucedido porque todo mundo usa e-mail”, disse Collin. “Todo mundo precisa de uma ferramenta como esta”.

fonte startse

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s