Orçamento de 100 mil milhões de euros dará “grande impulso” a investigação, ciência e inovação, diz Moedas

O comissário europeu para a Investigação, Ciência e Inovação, Carlos Moedas, disse hoje que a proposta de uma verba de 100 mil milhões de euros no próximo Quadro Financeiro Plurianual dará “um enorme impulso” às áreas que tutela.
Orçamento de 100 mil milhões de euros dará

“Com a crescente concorrência internacional, a Europa precisa de agir urgentemente no âmbito da investigação e inovação”, disse Moedas, salientando que “a proposta de 100 mil milhões de EUR para o próximo programa de investigação e inovação da União Europeia (UE) dará um enorme impulso” ao setor.

Moedas apresentou, em conferência de imprensa, a contribuição do executivo comunitário para o debate informal dos chefes de Estado e de Governo em Sófia, na quarta-feira, sobre a investigação e inovação e sobre as etapas necessárias para assegurar a competitividade da Europa a nível mundial.

Segundo a proposta da Comissão Europeia, os líderes europeus têm que “assegurar que a regulação e o financiamento são favoráveis à inovação”, nomeadamente através do aumento da contratação pública de produtos e serviços inovadores pelas administrações públicas e da simplificação das regras da UE em matéria de auxílios estatais para facilitar o financiamento público de projetos inovadores, incluindo a combinação de fundos comunitários e nacionais.

O executivo comunitário propôs ainda a formalização de um Conselho Europeu da Inovação – baseado na fase piloto, que termina em 2020 – que ofereça “um serviço único às tecnologias com grandes potencialidades e inovadoras, bem como às empresas inovadoras com potencial de expansão”, de modo a que a UE se torne pioneira na inovação criadora de mercado.

Bruxelas quer ainda que sejam lançadas missões europeias de investigação e inovação.

A Comissão Europeia propôs em 02 de maio um orçamento plurianual para a União Europeia para o período 2021-2027 de 1,279 biliões de euros, equivalente a 1,11% do rendimento nacional bruto da UE a 27 (já sem o Reino Unido), que prevê cortes que podem atingir os 7% na Política de Coesão e os 5% na Política Agrícola Comum.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: