Lucro cai do céu para startup que aluga guarda-chuva por R$ 1 a hora

Os empresários Nathan Janovich, 27, e Freddy Marcos, 26, veem em um céu cheio de nuvens a esperança de um dia de bom faturamento.

Criadores da empresa Rentbrella, eles vêm espalhando por prédios comerciais máquinas nas quais os mais esquecidos podem pegar emprestado um guarda-chuva na hora do aperto.

Os objetos são liberados a partir de um aplicativo para celular. Com o sistema, quem quer chegar em casa sem se molhar escaneia um QR code (espécie de código de barras), digita uma senha na tela do aparelho e pode retirá-los.

O aluguel custa R$ 1 por hora. Para a cobrança, só é considerado o período entre as 10h e as 18h.
A ideia é que o cliente possa levar o guarda-chuva para casa e devolver no dia seguinte sem ter muitos custos, afirma Freddy.

A cobrança pelo aluguel é feita via cartão de crédito. Se o cliente não devolver o guarda-chuva em alguma das estações da empresa no terceiro dia de empréstimo, paga uma multa de R$ 34 e não precisa mais entregá-lo.

A inspiração para o negócio vem da tendência de compartilhar coisas em vez de se preocupar com comprar, como no caso dos serviços de empréstimos de bicicleta.

Os empresários Nathan Janovich (esq.) e Freddy Marcos, criadores da Rentbrella, que aluga guarda-chuvas, em avenida em São Paulo, segurando um guarda-chuva roxo da marca
Nathan Janovich (esq.) e Freddy Marcos, criadores da Rentbrella, que aluga guarda-chuvas – Divulgação

A companhia começou a instalação dos pontos de empréstimo por prédios comerciais na avenida Paulista. A meta é ter 800 até o fim deste ano, levando-os para restaurantes, lojas, estacionamentos e estações de transporte público.

Cada estação pode ter até 347 guarda-chuvas. Os sócios da empresa afirmam que elas são colocadas em locais em que circulam de 500 a 3.000 pessoas por dia.

O app da empresa também permite a usuários encontrar a estação para empréstimos mais próxima.

A Rentbrella foi financiada por investidores-anjo e pelo fundo Duxx, mas não informa o valor captado. Os sócios da companhia dizem esperar levar o negócio para os EUA ainda neste ano.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s