Votorantim e fundo canadense formam parceria em energia para investir R$ 3 bilhões

Image result

A nova empresa já nasce com 2 complexos eólicos operacionais no Nordeste do Brasil.

A Votorantim Energia e o Canada Pension Plan Investment Board (CPPIB) anunciaram nesta sexta-feira a formação uma sociedade (joint venture) focada em investimento e desenvolvimento do setor de geração de energia no Brasil, com previsão de investir mais de R$ 3 bilhões no longo prazo.

O braço de energia do conglomerado Votorantim e o CPPIB, uma organização de gestão de investimentos canadenses, informaram que a nova empresa inicialmente comprou dois complexos eólicos operacionais no Nordeste do Brasil.

Afirmaram ainda que a joint venture buscará ativamente investimentos em geração de energia e aquisições em todo o Brasil.

O movimento evidencia o crescente interesse estrangeiro na indústria de energia do Brasil, especialmente de renováveis, à medida que o país tenta impulsionar a contratação de usinas eólicas e solares e deixa de lado uma política que nos últimos anos priorizou grandes hidrelétricas.

Os empreendimentos adquiridos são Ventos do Araripe III, da desenvolvedora de projetos brasileira Casa dos Ventos, e Ventos do Piauí I, transferida pela Votorantim Energia para a joint venture.

Como parte do negócio, o CPPIB fará aporte inicial de aproximadamente 690 milhões de reais.

“Esta transação permite que o CPPIB estabeleça uma presença no atraente mercado brasileiro de geração de energia, que se enquadra bem com a nossa estratégia global de energia e renováveis…”, disse o diretor-gerente e responsável pelo grupo de Energia e Renováveis do CPPIB, Bruce Hogg, em nota.

Ventos do Piauí I, localizado no Piauí, tem capacidade de geração de aproximadamente 206 megawatts de energia, com investimento de R$ 1,2 bilhão. Ventos III, localizado na divisa do Piauí e Pernambuco, tem uma capacidade instalada de aproximadamente 359 megawatts e investimento de R$ 1,8 bilhão.

Juntos, os parques eólicos têm capacidade instalada de 565 megawatts, com quase a totalidade de sua produção contratada no mercado regulado.

As aquisições estão sujeitas às condições precedentes de fechamento e aprovações regulatórias, segundo as empresas.

A Votorantim Energia opera 23 hidrelétricas, 7 parques eólicos e participa de 9 consórcios, com uma capacidade geradora total de 2,2 gigawatts.

A matriz elétrica do Brasil tem como fonte predominante as hidrelétricas, que respondem por mais de 60 por cento da capacidade, mas fontes renováveis têm crescido rapidamente, e as usinas eólicas saíram praticamente do zero para quase 8 por cento da potência instalada do país ao longo da última década.

“O setor de energia renovável é um atrativo mercado em expansão, que requer investimentos significativos do setor privado agora e nas próximas décadas. Ao nos unirmos a um parceiro forte como o CPPIB, expandimos nossa capacidade e aceleramos nosso plano de crescimento, com um investidor que compartilha nossa visão para o negócio”, disse Fabio Zanfelice, presidente da Votorantim Energia.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s