CVM regulamenta crowdfunding para startups e pequenas empresas

Meses depois de iniciar o processo, a CVM (Comissão de Valores Mobiliários) regulamentou a captação de dinheiro via mecanismos de equity crowdfunding, através da Instrução CVM Nº 588. A nova regulação, bem razoável, autoriza empresa que faturam menos de R$ 10 milhões por ano arrecadarem até R$ 5 milhões com essa ferramenta.

A regulamentação tira alguns riscos sistêmicos e tranquiliza investidores que queriam entrar neste tipo de segmento, mas tinham medo da falta de regulamentação e ferramentas não autorizadas. Isso muda, e o crowdfunding passa a ser algo dentro das regras brasileiras.

Além disso, a regulamentação autoriza que os sites cobrem taxas de desempenho dos investidores, se os negócios tiverem sucesso – uma forma de monetização das plataformas. Contudo, a instrução proíbe o recebimento de outro tipo de remuneração para a plataforma.

O investidor líder nas ofertas não podem obter participação superior a 20% do capital social da empresa que está realizando a oferta. A empresa não precisa ter registro na CVM para fazer a oferta.

Conte com a Hoje para fazer o seu crowd!

Felipe Moreno – startse

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s