Plataforma iTec cria ponte entre empresas e universidades

De olho nas inovações tecnológicas que estão em desenvolvimento nas universidades, um grupo de empresas que inclui Vale, Bosch e Pirelli se reunirá em São Paulo hoje. Elas estão inscritas na plataforma iTec, iniciativa do Ministério da Ciência e Tecnologia que pretende criar uma ponte entre as companhias e o universo acadêmico.

A ferramenta, lançada há cerca de um mês em fase-piloto, foi desenvolvida em parceria com a Associação Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento das Empresas Inovadoras (Anpei). Trata-se de um portal de internet no qual as empresas inscritas apresentam seus desafios tecnológicos e recebem propostas no conceito de inovação aberta, com soluções criadas para tais demandas específicas.

Podem participar do programa universidades, institutos de pesquisa públicos ou privados, startups, empresas grandes ou pequenas, parques tecnológicos, incubadoras, órgãos governamentais, consultorias, associações de classes e câmaras de comércio.

“Há o diagnóstico de que o Brasil tem se saído muito bem na geração de ciência a partir de dinheiro, leia-se investimento, mas não tem se saído bem na geração de dinheiro a partir de ciência”, diz Armando Milioni, secretário de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação do ministério. Para ele, a plataforma inova ao tornar mais democrático o acesso dos pesquisadores às oportunidades que existem nas empresas. “Qualquer brasileiro que tenha CPF pode se cadastrar”, diz Milioni.

Segundo o ministério, já foram investidos R$ 716 mil na elaboração do portal, que conta com 671 organizações inscritas. Foram 34 desafios lançados que receberam 225 soluções tecnológicas. A Vale, por exemplo, apresentou três desafios e já recebeu 24 propostas. Os temas são variados e interdisciplinares: como medir a espessura da camada de borracha das correias transportadoras de minério? Como avaliar a relação entre indicadores socioeconômicos? “Ficamos satisfeitos com o nível das propostas recebidas, há várias bem interessantes”, afirma Adam MacMillan, gerente de gestão de parcerias da Vale.

As discussões sobre as dificuldades de integração universidade-empresa já são velhas conhecidas da coordenadora do programa iTec, Vera Crósta. O tema é um dos mais recorrentes nos debates da Anpei, entidade da qual ela é consultora. “As duas partes não tinham onde se encontrar”, diz a coordenadora, que afirma ouvir queixas frequentes do gargalo causado por tal distanciamento. De uma das empresas participantes do iTec, ouviu recentemente que uma startup que batesse à porta da companhia para oferecer soluções dificilmente seria recebida.

Hoje, Embraer, Vale, Bosch, Braerg, Celulose Irani, AES, Vamtec e Pirelli apresentarão seus desafios em inovação e conhecerão solucionadores potenciais no Encontro iTec 2015, um desdobramento do portal. Haverá apresentações de representantes de ministérios, além do Inpi, Finep, BNDES, Senai e Sebrae.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s