Programa do BNDES para inovação em micro, pequenas e médias empresas financiou R$ 115,6 mi em um ano

No período, BNDES MPME Inovadora apoiou projetos de 66 empresas

O programa BNDES MPME Inovadora está completando um ano de operação. Nesse período, foram concedidos financiamentos totais de R$ 115,6 milhões para 66 projetos, que viabilizaram investimentos de micro, pequenas e médias empresas.

Do total financiado no primeiro ano, 43 propostas aprovadas foram de micro e pequenas empresas, que obtiveram R$ 51,8 milhões, correspondentes a 44,8% do volume de recursos contratados.

Os setores que demandaram mais recursos foram os de comércio e serviços, R$ 64,8 milhões, e da indústria de transformação com R$ 50,7 milhões. No setor de serviços, o destaque foram as operações relacionadas a serviços de tecnologia da informação e comunicação, com operações totalizando R$ 44,2 milhões.

A região Sul concentrou o maior volume dos financiamentos aprovados, no total de R$ 91,9 milhões. Contribuíram para esse resultado os importantes Arranjos Produtivos Locais (APLs) de base tecnológica que existem na região, a exemplo do polo de TI de Florianópolis, onde foram realizadas as primeiras ações de divulgação do BNDES MPME Inovadora.

O bom desempenho do programa na região também foi fruto da parceria com o Banco Regional do Extremo Sul (BRDE), agente financeiro responsável pelo maior número de operações: 56, no valor de R$ 84,2 milhões. Antes de lançar o MPME Inovadora, o BNDES buscou entender o processo de aprovação de crédito nos agentes financeiros e os principais entraves à concessão de recursos financeiros para inovação. A parceria com o BRDE contribuiu para aprimorar o programa, especialmente nas questões relacionadas às garantias.

Exemplo disso foi a inclusão, no MPME Inovadora, da possibilidade de contratar garantia por meio do BNDES FGI (Fundo Garantidor para Investimentos). Considerando que parte das empresas-alvo da iniciativa possuem dificuldade em oferecer garantias para ter acesso a crédito, a utilização do FGI contribuiu para viabilizar parte das operações do programa. Do total movimentado no primeiro ano, 42,63%, ou R$ 49,3 milhões, tiveram garantia do BNDES FGI.

Segundo ano – Ampliar a rede de agentes financeiros é um dos objetivos para o segundo ano do MPME Inovadora. Equipes do BNDES já estão conversando com outros bancos de desenvolvimento, além de bancos comerciais, para prover capilaridade e levar o programa a todas as regiões do Brasil.

Farão parte dessa ação eventos de fomento que estão sendo programado no Parque Tecnológico Porto Digital, no Recife (PE), além de outras localidades, como Belo Horizonte e Campinas.

Novidades – No final de 2014, o BNDES MPME Inovadora passou a poder financiar empresas selecionadas pelo Plano Inova Empresa. O plano é operado desde 2011 pelo Banco em conjunto com a Finep e tem impulsionado o apoio à inovação em setores estratégicos para o País.

Tal iniciativa deveu-se, principalmente, à constatação de que a maioria dos planos de negócios já selecionados pelo Inova são de empresas de menor porte e possui valores inferiores à média das operações contratadas diretamente com o BNDES.

Assim, a demanda desses empreendedores poderá ser atendida, a partir de agora, por meio da rede de instituições financeiras credenciadas a operar com o MPME Inovadora, potencializando o alcance e os resultados dessa iniciativa em setores com maior participação de micro e pequenas empresas.

http://www.bndes.gov.br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s