Têxtil reconhece ação do BNDES no fomento ao Design

• Em um ano de vigência, BNDES Prodesign aprovou R$ 191 milhões. Custo baixo da linha reflete prioridade dada pelo Banco aos ativos intangíveis

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) recebeu a Medalha do Mérito ABIT 2014, concedida pela Associação Brasileira da Indústria Têxtil (Abit), em reconhecimento pelo trabalho de fomento do design brasileiro. O Banco foi representado na cerimônia, na noite desta quinta-feira, 4, em São Paulo, pelo presidente Luciano Coutinho, que destacou a relevância do setor para a criação do emprego formal e o seu potencial de crescimento por meio de investimentos em inovação.

Este é o segundo prêmio que o BNDES recebe esta semana pelo fomento ao design: na segunda, 1º, o Banco foi vencedor da categoria Instituição de Apoio ao Design, no 4º Brasil Design Award (BDA 2014), oferecido pela Associação Brasileira de Empresas de Design (Abedsign) e pelo Centro Brasil de Design.

Na premiação da Abit, o Banco foi vencedor da categoria Instituições Públicas, em razão de sua contribuição para o desenvolvimento do design de moda, por meio de suas linhas de financiamento a investimentos, sobretudo o Programa BNDES de Apoio a Investimentos em Design, Moda e Fortalecimento de Marcas (BNDES Prodesign) e o Cartão BNDES.

Programa – Lançado em outubro de 2013, o BNDES Prodesign completou seu primeiro ano de vigência com a aprovação de projetos de nove empresas que, juntas, receberão financiamento de cerca de R$ 191 milhões. Atualmente, encontram-se em análise projetos de mais cinco empresas, cujos investimentos em design somam R$ 218 milhões.

Com dotação orçamentária de R$ 500 milhões e prazo de vigência até 31 de dezembro do ano que vem, o programa tem um dos mais baixos custos de crédito do Banco, refletindo a importância dada pela instituição ao investimento em ativos intangíveis, como o design.

Empreendimentos – O programa pode apoiar investimentos em desenvolvimento de produtos, diferenciação e fortalecimento de marcas em projetos de investimentos das seguintes cadeias produtivas: têxtil e de confecções, calçadista, moveleira, de higiene pessoal, de perfumaria e cosméticos, de utilidades domésticas, de brinquedos, de metais sanitários, de joias, relojoeira, de embalagens, de eletrodomésticos e de revestimentos cerâmicos.

Entre os itens que podem ser adquiridos com o financiamento do BNDES Prodesign estão as despesas relacionadas a pesquisa, desenvolvimento e aperfeiçoamento de produtos, embalagens, desenho industrial e design de moda, associados a ergonomia, concepção, conforto e estilo; aquisição de softwares desenvolvidos no país; despesas com treinamento, participação em feiras e eventos, no Brasil ou no exterior, e capacitações gerencial, técnica e de apoio operacional; estudos,
consultorias e projetos de certificação e registros no INPI, entre outros itens.

Além do Prodesign, o Banco pode apoiar investimentos em design por meio do Cartão BNDES, para micro, pequenas e médias empresas, e do BNDES Automático.

http://www.bndes.gov.br

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s