Desafio da FINEP é integrar instrumentos de financiamento à inovação

Ao falar dos desafios da FINEP na condução do Programa Inova Empresa, que disponibilizou R$ 32,9 bilhões para inovação nos próximos dois anos, hoje (14/5), no 25º Fórum Nacional, na sede do BNDES, o presidente Glauco Arbix disse que a meta agora é descentralizar ações e integrar instrumentos de financiamento à inovação. “Nós precisamos oferecer às empresas um cardápio de opções para que elas possam incrementar os gastos com P,D&I”, disse Arbix. Segundo ele, a ideia é utilizar, em um mesmo financiamento, recursos de várias naturezas, como o crédito, subvenção econômica, não reembolsável e equity (investimento de risco).

“O Brasil tem um arsenal de instrumentos de financiamento que não consegue integrar por diversos motivos, incluindo problemas de legislação. Segundo Arbix,  outro obstáculo à inovação nas empresas, já contornado pela FINEP, era o prazo de análise, enquadramento, contratação e liberação de recursos para projetos, que baixou dos 452 dias registrados em 2011 para 112 dias atuais. Esta conquista, na opinião de Arbix, pode ser considerada uma reinvenção. “Com os atuais processos, não é possível baixar mais este prazo”, disse o presidente da FINEP.

A partir de julho, no entanto, a FINEP passa a adotar um novo modelo de análise, que está sendo desenvolvido em parceria com o Ipea e apoio de consultores estrangeiros. Esta metodologia emprega diversos indicadores financeiros e de inovação, tanto da empresa quanto do projeto, e permitirá à FINEP enquadrar uma proposta em apenas 30 dias. “Isso vai significar um impulso gigantesco para as empresas que querem inovar, além de viabilizar a padronização do trabalho de análise de projetos na FINEP”, afirmou Arbix.

Em sua palestra, o presidente ressaltou, ainda, que é preciso melhorar a  produtividade da economia brasileira, que não cresce há anos.” Se comparado aos países economias asiáticas, o Brasil mostra uma certa estabilidade no que diz respeito à produtividade da economia no período de 1980 a 2010. “Este quadro só poderá ser revertido com investimento em inovação”, concluiu.

Fonte : Finep

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s